segunda-feira, 30 de junho de 2008

Meme e Selinho!!!!

Ganhei da Camila um MEME bem estranho, mas vamos la neh!

Liste as 10 coisas mais bizarras que voce já fez:

1 - Já fui a uma churrascaria e comi muita lingüiça (que adoro), quando cheguei em casa acabei passando mal e vomitando pedaços de lingüiça pelo nariz... (ai que vergonha, isso vai alem de bizarro!!!)

2 - Estava passando ferias no sitio de uma amiga, estava chegando de carro e quando coloquei o primeiro pé para fora do carro para descer senti algo quentinho... Sim era coco de vaca! Atolei o pé, o coco tava quente e chegou ate meu tornozelo de tão grande que era... (eca!)

3- Eu devia ter uns 3 aninhos de idade, estávamos em um churrasco na casa da minha tia, eu minha prima entramos em casa para beber água, ela alcançava a torneira e eu não... ai ela foi e bebeu um copo d'água, eu pedi pra ela colocar pra mim e ela saiu... Quando olhei na pia tinha um copo cheio, sem pensar duas vezes virei o copo com vontade, já que estava com sede... no mesmo momento cuspi tudo de volta pra fora e comecei a chorar... Era um copo de 51 que alguém havia passado e deixado por lá!

4 - Um dia estava com a minha amiga e a natureza estava a me chamar... Ai passamos em frente a casa do meu amigo e resolvemos entrar para que eu pudesse fazer o numero 2! E assim foi entramos e fui ao banheiro... Fiz tudo como de costume, na hora que apertei a descarga disparou... Só que a água não levou, e ele ficou rolando conforme a água descia. Tive de chamar minha amiga, ela em gargalhadas tentou arrumar e não conseguiu, resultado, tivemos que chamar o meu amigo! Ele também não conseguiu... Em seguida a mãe e a vó dele chegaram e foram tentar arrumar a descarga com o meu "fruto" rolando de um lado para o outro... (imaginem minha cara)!

5 - Tive que dar um beijo na minha irmã na balada, para fugir de dois carinhas chatos que grudaram na gente.

6 - Tava no sitio descendo do carro quando um porco monstro (ele era quase do tamanho de uma vaca) começou a entrar dentro do carro, fui entrando de ré no carro, gritando igual uma histérica.

7- Estava no Habbis com a minha irmã e mais dois amigos, quando senti que precisava ir ao banheiro... Chamei minha irmã e fomos! Chegando lá reproduzi a cena do filme as Branquelas quando ela vai ao banheiro depois de ter consumido derivados de leite, ou então o padre do exorcista no filme Todo mundo em pânico... foi uma diarréia brava... (ai que vergonha!!!)

8 - Eu e minha amiga estávamos no ônibus e quando fomos passar pelo cobrador ficamos sabendo que o peço da passagem do ônibus havia aumentado, e nenhuma das duas tinha mais dinheiro a não ser a quantia certinha da passagem... Tivemos que pedir pro motorista parar e a gente descer!

9 - Um dia em casa brincando de copo d'água com minhas primas, inventamos de trocar a água por vinho... Resultado fiquei bêbada feito um gambá... Minha mãe teve de me dar banho frio e eu não conseguia ficar em pé nem para colocar a calcinha...

10 - Já sai correndo pelada do banheiro por conta de uma barata que entrou lá... (morro de medo e de nojo de barata)
Repasso para:

Aproveito para agradecer os selinhos:
Aline, adorei!!!

Aline e Ariana, obrigada, fico muito feliz com o carinho!!!!

Repasso para:

Breakfast at Tiffany

Busacando Sonhos

Mente Insana

domingo, 29 de junho de 2008

Estamos com fome de amor!

Esse final de semana resolvi sair, fui para balada distrair a cabeça, que tava precisando...
Chegando lá comecei a analisar...
Ia escrever um texto sobre o que vi lá, mas achei um texto do Jabor que diz exatamente tudo o que eu ia dizer!!!


Baladas recheadas de garotas lindas, com roupas cada vez mais micros e transparentes, danças e poses em closes ginecológicos, chegam sozinhas e saem sozinhas.

Empresários, advogados, engenheiros que estudaram, trabalharam, alcançaram sucesso profissional e, sozinhos. Tem mulher contratando homem para dançar com elas em bailes, os novíssimos "personal dance", incrível. E não é só sexo não, se fosse, era resolvido fácil, alguém dúvida?

Estamos é com carência de passear de mãos dadas, dar e receber carinho sem necessariamente ter que depois mostrar performances dignas de um atleta olímpico, fazer um jantar pra quem você gosta e depois saber que vão "apenas" dormir abraçados, sabe essas coisas simples que perdemos nessa marcha de uma evolução cega.

Pode fazer tudo, desde que não interrompa a carreira, a produção. Tornamos-nos máquinas e agora estamos desesperados por não saber como voltar a "sentir", só isso, algo tão simples que a cada dia fica tão distante de nós.

Quem duvida do que estou dizendo, dá uma olhada no site de relacionamentos ORKUT, o número que comunidades como: "Quero um amor pra vida toda!", "Eu sou pra casar!" até a desesperançada "Nasci pra ser sozinho!" Unindo milhares ou melhor milhões de solitários em meio a uma multidão de rostos cada vez mais estranhos, plásticos, quase etéreos e inacessíveis. Vivemos cada vez mais tempo, retardamos o envelhecimento e estamos a cada dia mais belos e mais sozinhos.

Sei que estou parecendo o solteirão infeliz, mas pelo contrário, pra chegar a escrever essas bobagens (mais que verdadeiras) é preciso encarar os fantasmas de frente e aceitar essa verdade de cara limpa. Todo mundo quer ter alguém ao seu lado, mas hoje em dia é feio, démodé, brega.

Alô gente! Felicidade, amor, todas essas emoções nos fazem parecer ridículos, abobalhados, e daí?

Seja ridículo, não seja frustrado, "pague mico", saia gritando e falando bobagens, você vai descobrir mais cedo ou mais tarde que o tempo pra ser feliz é curto, e cada instante que vai embora não volta mais (estou muito brega!), aquela pessoa que passou hoje por você na rua, talvez nunca mais volte a vê-la, quem sabe ali estivesse a oportunidade de um sorriso à dois. Quem disse que ser adulto é ser ranzinza, um ditado tibetano diz que se um problema é grande demais, não pense nele e se ele é pequeno demais, pra quê pensar nele ?

Dá pra ser um homem de negócios e tomar iogurte com o dedo ou uma advogada de sucesso que adora rir de si mesma por ser estabanada; o que realmente não dá é continuarmos achando que viver é "out", que o vento não pode desmanchar o nosso cabelo ou que eu não posso me aventurar a dizer pra alguém: "vamos ter bons e maus momentos e uma hora ou outra, um dos dois ou quem sabe os dois, vão querer pular fora, mas se eu não pedir que fique comigo, tenho certeza de que vou me arrepender pelo resto da vida".

Antes idiota que infeliz!

(Arnaldo Jabour)

sexta-feira, 27 de junho de 2008


Ela não queria aquele sentimento, sabia que nada daquilo que estará a sentir fazia parte dela.
Tinha medo, muito medo.
Tudo o que ela mais queria era ser feliz, mas nada que tentava dava certo e agora ainda tinha esse tufão de sentimentos ruins dentro dela.
Pelo medo e por instinto ela lutava, tentava de todas as maneiras se ver livre de tudo aquilo.
Ela não a queria, dizia todos os dias para “ela” ir embora, ate tentava a ignorar, mas mesmo assim “ela” ainda se mantinha ali por perto, prontinha para agarra-la no primeiro vacilo dela.
E como ate mesmo os super heróis uma hora baixam a guarda, ela se descuidou...
Ela tentou, mas foi inútil, viu que cada vez mais estava descendo, tudo começou a ficar mais escuro, notou então que o buraco era muito grande e que sozinha seria muito difícil sair dali.
Precisava urgentemente de ajuda, alguém precisava cavar para tira-la do buraco.
E sem vergonha nenhuma encheu seus pulmões de ar e gritou, gritou para que todos pudessem ouvir e saber que ela precisava de ajuda, estava em perigo.
Alguns que passavam por ali, apenas fingiram não escutar, outros ficaram curiosos, mas preferiram não se “arriscar”, só mesmo os que a amava de verdade foram capazes de pegar a pá e cavar.
Seus olhos doeram ao ver a luz do sol, ficou tanto tempo presa no buraco que já não lembrava mais como a luz do sol era forte e contagiante.
Aos poucos ela voltou a caminhar, ainda com medo dos buracos que poderia encontrar, mas sentiu-se segura ao saber que haveria alguém do outro lado disposto a segurar sua mão, para que ela o pulasse e não caísse.
Ela foi sentindo vontade sorrir, correr pelo jardim da vida de pés descalços numa manha ensolarada, correr atrás de borboletas coloridas...
Sentia vontade sair voando, nunca havia sentido a vida tão doce.
Mas no fundo sabia que não estava livre a qualquer momento “ela” poderia voltar.
Esse medo ainda a assombrava, mas ela conseguira uma aliada, todas as semanas ia há um lugar cheio de salinhas muito bem decoradas, com cores que a ajudavam a lembrar da alegria, lá passava 1 hora colocando para fora tudo que a afligia e te causava medo.
A gentil moça que lhe escutava todas as quartas-feiras aos poucos foi liberando-a e ao invés de ser um dia a cada semana, passou a ser quinzenal, mensal, trimestral... Isso lhe dava segurança, ela achava que isso era bom sinal, sinal de que estava melhor. E realmente era um ótimo sinal!
Assim passaram-se 2 anos, ela nessa constante batalha pela vontade de viver.
Porem ela tem sentido a luz do sol brilhar mais fraca, sente que as borboletas já não passeiam pelo jardim.
À vontade de chorar a consome...
Ela sente medo, não sabe se dessa vez vai encontrar alguém disposto a cavar, alguém que segure sua mão, alguém para lhe ajudar.

quinta-feira, 26 de junho de 2008

NEM SEMPRE MEU SORRISO, SIGNIFICA FELICIDADE...

... e você não pode lutar contra as lágrimas que não virão
Ou o momento da verdade em suas mentiras
Quando tudo se parece como nos filmes
Sim, você sangra apenas para saber que está viva...
(Iris - Goo Goo Dolls - Tradução)
--------------------------------------
Sorrir
Quando a dor te torturar
E a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos, vazios
Sorrir
Quanto tudo terminar
Quando nada mais restar
Do teu sonho encantador
Sorrir
Quando o sol perder a luz
E sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados, doloridos
Sorrir
Vai mentindo a tua dor
E ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor
Que és feliz
(Sorri - Djavan)
... meu sorriso esconde a imensa vontade de chorar...

terça-feira, 24 de junho de 2008

Extra! Extra! Nova mistura a vista!


O que seria da vida sem parcerias?
O que seria do mundo sem misturas?
Tudo é feito de várias coisas. Algumas misturas são geniais, e outras são improváveis - e igualmente boas.
Dessa mistura que o mundo nos proporciona nasceu o Chuchu e Açúcar, fazendo da Patrícia e da Aline duas parceiras, prontas para misturar tudo! Tudo mesmo, das misturas mais prováveis ate as misturar jamais pensadas...
Porque toda mistura é possível.
Existe acidez doce e doçura ácida. É justamente dessa junção de impossibilidades que nasce a beleza e a diversidade das novas combinações.
Misture você também: http://chuchueacucar.blogspot.com/

domingo, 22 de junho de 2008

Apenas um DESAFABO pessoal...

Ando assustada esses últimos dias.
Tudo que sempre tive medo, tem me perseguido ultimamente.
Sempre soube que não havia nascido para ser uma pessoa sozinha, tenho muito medo da solidão.
E é ela que tem sido minha grande companheira ultimamente.
É bem engraçado como você é importante na vida das pessoas, ate o momento que as mesmas conseguem alcançar seus interesses, após isso você se torna apenas mais uma pessoa...
É difícil e dolorido viver nessa realidade, mas já estava mais que na hora de sair da fantasia e ver que o mundo não é cor de rosa e que as pessoas nem sempre são o que parecem ser!
É triste passar um sábado a noite, sentada no chão do banheiro chorando... Se sentindo a pessoa mais sozinha do mundo!
Saber que as pessoas te procuram apenas enquanto você pode ajudá-las a conseguir o que elas querem;
Preciso deixar de ser boba, preciso aprender que pessoas são diferentes umas das outras, preciso aprender a conviver comigo mesma sem me sentir sozinha com isso...

quinta-feira, 19 de junho de 2008

Conjugando o verbo da minha vida...


Passei no blog da Tarci - Mente Insana e la estava esse MEME um tanto quanto diferente para ser respondido... Gostei e por isso to postando ele hoje!


Ele funciona mais ou menos assim:
Como eu conjugo os verbos da minha vida.


Eu quero: Viver uma linda historia de amor
Eu tenho: Vontade de viajar o mundo conhecendo cada cultura.
Eu gostaria de ter: Mais confiança em mim mesma
Eu gostaria de não ter: Tanta TPM
Eu acho: Que todos tem o direito de sonhar e correr atrás de seus sonhos
Eu odeio: Pessoas mentirosas
Eu sinto saudades: De tempos que já passaram e que não voltam mais
Eu faço: O que eu amo, estudei muito e valeu a pena...
Eu fiz e não faria de novo: Acho que nada...
Eu fazia e deixei de fazer: Mal a mim mesma, sei do meu valor
Eu escuto: Muita musica, MPB em especial
Eu cheiro: (estranho isso) Coisas boas... pessoas cheirosas...
Eu imploro: Para que as pessoas se conscientizem que nosso planeta esta precisando de ajuda
Eu pergunto-me: Será que vou ter tempo de realizar todos meus sonhos
Eu arrependo-me: De nada...
Eu amo: Minha família, amigos, cachorros...
Eu sinto dor: Ao ver que o tempo ta passando e ainda não consegui realizar alguns sonhos
Eu sinto falta: De um amor
Eu sempre: Luto pelos meus objetivos
Eu não fico: Me lamentando, vou a luta!
Eu acredito: Em Deus
Eu danço: Quando estou feliz...
Eu canto: Por que quem canta seus males espantam
Eu choro: Com tudo... quando to feliz, triste, com novela, comercial, filme...
Eu falho: Como todo ser humano, mas logo reconheço e tento concertar
Eu luto: Pelos meus sonhos e minha felicidade
Eu escrevo: Para aliviar
Eu ganho: Muito carinho da minha família e amigos
Eu perco: Tudo... nunca lembro onde deixei as coisas
Eu nunca: Desisto
Eu estou: a procura do meu lugar no mundo
Eu sou: Muito feliz
Eu fico feliz: Quando as pessoas que amo estão bem e felizes
Eu tenho esperança: De um mundo melhor
Eu preciso: De pessoas, não sei viver sozinha
Eu deveria: Ter mais paciência


- Repasso para:

quarta-feira, 18 de junho de 2008

Colorido

... som, sabor, cheiro, sensação, cor...
Ah! Cor...
Impressão minha ou o dia esta mais colorido hoje???

terça-feira, 17 de junho de 2008

Eu gosto do claro, quando é claro que você me ama
Eu gosto do escuro, no escuro com você na cama
Eu gosto do não, se você diz não viver sem mim
Eu gosto de tudo, tudo que traz você aqui
Eu gosto do nada, nada que te leve para longe
Eu amo a demora, sempre que o nosso beijo é longo
Adoro a pressa, quando sinto sua pressa em vir me amar
Venero a saudade, quando ela está pra terminar
Baby, com você já, já
Mande um buquê de rosas, rosa ou salmão
Versos e beijos e o seu nome no cartão
Me leve café na cama amanhã
Eu finjo que não esperava
Gosto de fazer amor fora de hora
Lugares proibidos com você na estrada
Adoro surpresas sem data
Chega mais cedo amor
Eu finjo que não esperava
Eu gosto da falta, quando falta mais juízo em nós
E de telefone, se do outro lado é a sua voz
Adoro a pressa, quando sinto sua pressa em vir me amar
Venero a saudade, quando ela está pra terminar
Baby com você chegando já
(Lugares Proibidos - Helena Elis)

segunda-feira, 16 de junho de 2008

Inesquecível, assim...

Como foi bom receber seu carinho...
Realmente você conseguiu me surpreender.
Juro que desejei que àquelas horas se multiplicassem para ficarmos juntinhos
Não achei que seria assim. Foi diferente! Diferente de tudo que já vivi.
Você me faz sentir coisas que nunca havia sentido com um outro alguém.
O que me deixa triste é saber que para você tudo aquilo se resume em “casual”.
Pois saiba que pra mim não, pra mim foi especial!
Sei que você tanto quanto eu esperava há anos por esse momento, sei que para você também foi especial... sei que você também sentiu tudo que senti.
Sei também que vamos voltar a nos encontrar e você aguarda esse momento tanto quanto eu!
"foi inesquecível para mim, tanto quanto foi para você"

------------------------------------------------------

:) Eeeeeh ganhei mais selinhos!!! :)
Vocês não fazem idéia do sorrizão que estou aqui!
Fico muito feliz com o carinho de vocês pelo Doce Cantinho viu!
Obrigado!!!

Os dois selinhos ganhei da Tarci do Mente Insana , um blog que amo ler... recomendo!



Esse blog tem atitude vai para:


Júnior Creed - Vale da solidão

Ni - Rastros de...

Vinícius Aguiar - Pensamentos e Realidades


O selinho da amizade vai para:

Camila - Onde a imaginção pode fluir

O Sonhador - Buscando Sonhos

Emely - Dançando a Ciranda

Aline - Notas Noturnas

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Eh! finalmente o final de semana....


video

Depois de uma semana estressante no trabalho...

video

... chegou o final de semana para desestressar!

OBS: Espero que seja tão bom quanto o final de semana passado!!!

Bom final de semana...

------------------------------------------------------

Ah gente para deixar meu dia mais feliz ainda, recebi selinho de novo!!!

Dessa vez foi a Camila, uma queridissima...

Obrigada, to com um sorrisão de orelha a orelha :)



Aproveito e repasso para blogs queridos:

Peixinha fora d´água

Notas Noturnas

Dialeto de Paz

Breakfast at Tiffany

----------------------------------------------------------

Oba! Ganhei mais selinhooo...

E para fechar meu dia com chave de ouro a carinhosa Aline me presenteou com mais dois selinhos!!!!


E como de praxe ja estou repassando para:

Mente Insana

Rastros de...

Pés Descalços

Dançando a Ciranda

quinta-feira, 12 de junho de 2008

Sozinha, assim...


E mais um dia dos namorados que vou passar sozinha!
Não, não estou reclamando, é que não há como não ficar um pouco mais carente num dia como esses.
Ajudei minha irmã a comprar o presente do namorado, as amigas a bolar planos mirabolantes para a noite ser perfeita, comercial na tv só fala disso, no trabalho todos perguntam se já comprei o presente do namorado...
Acabo ficando com vontade estar fazendo tudo isso também. Da impressão que sou de um outro planeta, todos aqui estão se preparando para comemorar uma data especial a qual no meu planeta nem existe.
Sei que em grande parte sou culpada por estar sem namorado.
Às vezes acho que nem eu sei direito o que quero.
Tenho vontade ter um namorado, um dia ficarmos noivos, casar, ter filhos, cachorro, brinquedos espalhados pela casa, esperar o marido chegar do trabalho para jantarmos juntos e contar como foi nosso dia um para o outro, receber um beijo de boa noite, ter alguém para dormir abraçadinho...
Mas ao mesmo tempo acho que não nasci pra isso, quero ser independente, trabalhar muito para ser uma profissional reconhecida, estudar, ter vida social ativa, viajar, poder gastar meu dinheiro comigo mesma, não ter ninguém me controlando...
E tudo isso acaba pesando muito quando namoro alguém!
Acho que de alguma maneira não deixo o relacionamento ir muito à frente com medo de me prender e perder toda essa liberdade que tenho... Sei que namorando vou perder algumas coisas e ganhar outras, mas acontece involuntário.
Queria conseguir decidir-me entre ser a esposa perfeita ou a mulher moderna, mas as duas vivem dentro de mim.
E ate as duas entrarem em consenso, ou então decretar uma guerra de verdade, vou tentando me entender entre minhas fases de mulher para casar e mulher de negócios.
Feliz dia dos namorados, para quem tem um! rs

terça-feira, 10 de junho de 2008

Sera que você sabe disso???

Que poder você tem.
Passaram-se anos e achei que tudo tivesse acabado, mas vejo que não!
Tudo ficou congelado.
Quando você voltou para minha vida, trouxe consigo vontade de viver, amizade, calor, paixão, desejo, sedução, saudade... Tudo isso junto foi capaz de me descongelar.
Agora à vontade de ter você, esta presente na minha vida.
Pergunto-me o que fazer com tanta vontade?
Não sei por quanto tempo você voltou, será que vai ficar?
Ou vai ser como uma chuva de verão, forte e passageira?
Penso em não te ver mais, não quero me decepcionar, sei que você é capaz de fazer isso comigo.
Mas não consigo, à vontade que tenho de você é maior que o medo que sinto.
Sinto não conseguir te dizer não, você faz meu corpo tremer, minhas pernas ficarem bambas e meu coração saltar...
Que poder você tem sobre mim!
Vou deixar essa chuva de verão lavar o cinza da minha vida.
Quem sabe no final dela não apareça um arco-íris?

segunda-feira, 9 de junho de 2008

Renovada!


Finalmente a nuvem negra passou...
E eu na verdade nem tava tão preocupada com ela, pois sei que elas sempre vêm e vão.
To feliz mais animada e o mais importante com bastante expectativa de coisas boas acontecerem...
Acho que essa reorganização que fiz em minha vida, semana passada me ajudou, trouxe bons ares.
To cheia de energia para gastar, renovada!
Já nem estou mais tão preocupada em passar o dia dos namorados sozinha, cheguei a conclusão de que tudo tem sua hora.
E acho que a minha ainda não chegou.
Mas assim como a nuvem que foi embora e me deixou esse céu azul lindo, essa solterisse aguda também vai passar.
Esse final de semana voltei a me sentir mais mulher.
Ultimamente tava me sentindo uma garotinha perdida, sem amparo.
Agora já consigo me ver como uma mulher que sabe o que quer da vida. E o que eu quero?
Quero ser feliz!

sexta-feira, 6 de junho de 2008

To exatamente assim...


Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores
Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores
Refazendo minhas forças, minha fonte, meus favores
Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores
Tô limpando minha casa, minha cama, meu quartinho
Tô soprando minha brasa, minha brisa, meu anjinho
Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho
Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho
Estou podando meu jardim
Estou cuidando bem de mim

(Vander Lee - Meu jardim)

quarta-feira, 4 de junho de 2008

Completamente, enjoada de tudo!

To cansada, enjoada, insatisfeita...
Sabe aqueles dias que você esta com vontade mudar tudo, vontade deixar tudo diferente?
To assim esses últimos dias! Já tente mudar muita coisa, inclusive o layout do blog, mas nada fica como eu quero...
Vou continuar tentando ate ver se acho algo que me agrade!!!


- MIMOS:

Quero aproveitar e agradecer a Aline, pelo selinho que ela me deu!
Fiquei muito feliz! Obrigada...
Como de praxe quero repassar para alguns blogs queridos!
Ni, Camilinha e Emely.

terça-feira, 3 de junho de 2008

Nem tão frágil assim!

... doce, meiga, amiga, compreensiva, carente, temperamental, sensível, carinhosa, chorona...
Porem, não tão frágil assim quanto você pensa!


Mexo, remexo na inquisição
Só quem já morreu na fogueira sabe o que é ser carvão
Eu sou pau pra toda obra, Deus dá asas à minha cobra
Minha força não é bruta, não sou freira nem sou puta
Porque nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone, sou mais macho que muito homem
Nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone, sou mais macho que muito homem
Sou rainha do meu tanque, sou pagu indignada no palanque
Fama de porra-louca, tudo bem, minha mãe é Maria ninguém
Não sou atriz, modelo, dançarina
Meu buraco é mais em cima
Porque nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone, sou mais macho que muito homem
Nem toda feiticeira é corcunda, nem toda brasileira é bunda
Meu peito não é de silicone, sou mais macho que muito homem
(Pagu - Rita Lee)